Componentes do aquecimento

Existem diversos componentes que se encontram nas instalações de aquecimento, logicamente cada instalação é diferente et perante os casos podemos ou não encontrar alguns dos componentes aqui destacados em algumas instalações.

Enchedor automático

enchedor_automatico

O enchedor automático serve a alimentar um circuito fechado e mantê-lo a uma pressão determinada, para funcionar precisa obrigatoriamente de uma pressão de entrada superior a da instalação que deve ser mantida.

Logo que a pressão depois deste dispositivo, desce abaixo da pressão de referencia este se abre afim de encher de novo para ficar sempre com a pressão constante, se a pressão antes do dispositivo baixar, este impede a agua de voltar para trás.

O purgador automático

purgador

Contrariamente ao separador de ar, este dispositivo tem absolutamente de ser instalado em posição vertical, nos pontos altos da instalação, é menos sofisticado e menos eficaz que o separador.

O purgador automático permite a instalação de aquecimento de funcionar nas melhores condições, ele elimina o ar nos pontos altos da instalação, facilita a difusão térmica assim como a circulação.

A garrafa de dissociação

separador

Em circuitos de aquecimento ou de arrefecimento, a garrafa de dissociação tem diferentes funções:

  • Separador hidráulico, para tornar independentes primária e secundária nos sistemas hidráulicos.
  • Filtro de bacia, para permitir a separação e sedimentação de impurezas nos circuitos.
  • Purgador de ar automático para a descarga de ar presente nos circuitos.

O tanque de mistura

garrafao_de_mistura

Este componente instala-se particularmente em instalações muito grandes ou com uma produção muito potente, este permite de aumentar o volume de água no sistema, limitando assim o número de partidas do queimador, portanto um melhor desempenho, trabalhando com diferentes temperaturas de água:

  • A água de retorno de um piso radiante é pré-aquecida antes de entrar de novo na caldeira o que limita a oxidação.
  • Podemos distribuir um sistema de chão radiante e sistema de radiadores, fazendo as ligações ao nível da garrafa de mistura.
  • O tanque de mistura permite também de:
    • Decantar o lodo da instalação.
    • Purgar o ar produzido pela caldeira quando produz alta temperatura.

A garrafa de injecção

A garrafa de injeção permite de injetar numa instalação, um ou mais produtos adicionais para a proteção do circuito, por exemplo. Aditivos anti-corrosão.

garrafa_de_injeccao

Este tipo de componentes é particularmente utilizado em grandes instalações, dos nossos dias os materiais são sofisticados suficientemente para não precisar da maior parte dos produtos de proteção existentes.

  • Instalações de aquecimento ou arrefecimento
    • Aditivo anti-gelo.
    • Aditivo anti-lodo.
    • Aditivo anti-corrosão.
    • Outros aditivos líquidos.
  • Instalação de agua potável
    • Aditivo de tratamento de agua.
    • Todo tipo de aditivos líquidos
  • Instalação especifica a uma utilização determinada
    • Aditivo de tratamento de agua para fins de manutenções diversas.
    • Todo tipo de aditivos líquidos

O garrafão ou tanque de decantação

Ou que é a decantação? palavra pouco comum, não é verdade? A decantação é a estabilização du um liquido em posição estável permitindo as partículas solidas em suspensão na agua de cair no fundo.

garrafao_de_decantacao

A garrafa de decantação não é obrigatória nas instalações, mas fortemente aconselhada em instalações em tubos de ferro, ou instalações grandes, (colectivas). Esta garrafa permite a separação de sedimentos presentes na agua, que sejam de origem natural da agua ou impurezas das tubarias e outros acessórios da instalação.

Evidentemente que se for a um fornecedor e pedir uma garrafa de decantação para uma instalação individual, ela será pequenina e em latão, contrariamente a esta representada aqui.


Garrafa de decantação – esquema de montagem

Nas instalações com radiadores, a garrafa de decantação deve ser instalada no tubo da ida logo após a caldeira ou gerador.

esquema de montagem
tanque de decantação

Nas instalações de chão radiantes, a garrafa de decantação deve ser instalada no tubo do retorno antes da caldeira ou gerador.

As válvulas automáticas

electrovanne

A válvula automática ou seja: electroválvula, passador automático, é um dispositivo a comando eléctrico permitindo de autorizar ou interromper a circulação de um fluido num circuito determinado, por acção mecânica.

Existem dois tipos de válvulas automáticas:

  • Válvulas, tudo ou nada.
  • Válvulas, proporcionais.

Este tipo de válvula pode ser utilizado para abrir ou fechar um circuito, por exemplo: a sua lareira está equipada com termostato, logo que este detecta o calor pode abrir o circuito para a agua circular por termosifão.

Válvulas tudo ou nada

As válvulas tudo ou nada são equipadas com um motor que se abre ou se fecha sem poder parar a meio da cursa, o estado destas válvulas é mudado pela acção eléctrica, sem alimentação = aberta, alimentada= fechada, ou vice-versa.
Este tipo de válvulas equipa a maioridade das maquinas de lavar dos nossos dias, se abre ou se fecha, em conformidade com a programação.

As válvulas proporcionais

As válvulas proporcionais, são equipadas com um motor que pode se abrir ou fechar, com mais ou menos amplitude em função das necessidades, este tipo de válvulas convém em certas instalações onde um dos circuitos não funciona em permanência.

A circuladora ou bomba de circulação.
circulador

Os circuladores (ou bombas de circulação)servem à circulação dos fluidos nas instalações, de vários tipos, no nosso caso aqui tratamos de aquecimento.

Estas bombas são especificamente concebidas para esse efeito, a consumição é mesmo mínima (menos de 75W/H a velocidade máxima, o rotor é na maioria dos casos mergulhado no fluido para auto-lubrificação, o que permite ao rotor de não aquecer, este tipo de bomba tem imperativamente de ser montada em posição horizontal, o motor nunca pode estar mais alto que o tubo de circulação

Entendemos por montagem horizontal: a posição horizontal do motor e não da passagem do fluxo como ilustrado na imagem.

Atenção: Nas instalações de água sanitária, é necessário utilizar uma bomba com o corpo em latão ou bronze, nunca utilizar um circulador de aquecimento para tocar agua sanitária.

O sensor de fluxo
fluxometro

O sensor de fluxo,deve ser utilizado para detetar a circulação de um fluxo numa canalização, por exemplo:

esquema_fluxometro

A sua lareira começou a produzir aquecimento o termostato integrado acionou o circulador, se instalado o sensor de fluxo pode cortar a alimentação da sua caldeira, logo que a lareira arrefeça o circulador parou de funcionar, e ai o sensor aciona de novo a caldeira.

Muitas outras possibilidades se oferecem a este componente.

Este dispositivo deve ser instalado em posição vertical e o fluxo deve correr no sentido das flechas de circulação gravadas no corpo do componente.

O separador de ar
separador_de_ar
esquema_separador_de_ar

O separador de ar elimina todo o ar contido nas instalações de aquecimento ou de climatização, separa micro-bolhas de ar dissolvidas na água circulante numa canalização mesmo no ponto baixo.

Este dispositivos não é um purgador mas sim um separador, ele filtra a água para lhe tirar o ar, o que elimina os ruídos provocados pela circulação da água.

Esquema de montagem ao lado direito, clique na imagem…

Anti-termosifão
anti_termosifao

O dispositivo anti-termosifão, evita o fenómeno de termosifão nas instalações de aquecimento central, de lareiras ou recuperadores, ou ainda solares.

Quando o circulador da instalação esta parado este dispositivo impede a circulação da agua sob o efeito de termosifão, é particularmente usado, quando utilizamos a caldeira como aponto auxiliar a produção sanitária, e com termoacumulador em posição mais alta que a caldeira.

A torneira de esvaziar
torneira-de_esvaziar

Bem que qualquer tipo de torneira ou passador sirva para esvaziar uma instalação, esta tem a particularidade de ser adequada a este serviço.

Este dispositivo é de grande qualidade pois tem uma duração de vida muito mais elevada que um passador normal, pois o centro esfera é de forma cónica de forma que se este vazar uma gotas, basta somente dar um aperto para reparar o problema sem desmontar.

Instala-se no ponto mais baixo da instalação, se possível com caída suficiente par os esgotos de maneira a poder esvaziar a instalação somente ligando um tubo na rosca prevista a este efeito.

Leia a atualidade completa do nosso Website diretamente online.

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado.