Esquema de circuito de aquecimento a lenha (caldeira a lenha, lareira ou recuperador)

Você sabia que a sua lareira quando acesa, produz uma quantidade de energia considerável, porque não recuperar pelo menos uma parte dessa energia e converti-la em agua quente e até mesmo em aquecimento central durante o inverno se a sua casa dispõem da instalação necessária.

Atenção: Este esquema só é valido para componentes que permitam a instalação sob pressão, caso contrario é obrigatório cambiar o vaso de expansão por um modelo aberto com enchimento integrado.

Clique para ver em tamanho real. Proibido copiar

Para recuperar essa energia para agua quente, precisamos um termoacumulador com serpentina integrada, para recuperas essa energia para aquecimento deve dispor ou instalar um circuito de aquecimento central com radiadores ou chão radiante.

Vamos detalhar aqui o funcionamento de tal sistema, assim como as proteções a utilizar, para saber exatamente onde devem ser posicionadas refira-se à imagem… A pressão de serviço destes sistemas deve ser obrigatoriamente superior a 0,6 bares

Anti poluição

A primeira proteção consiste a proteger a sua instalação de água sanitária em instalar, um dispositivo anti-poluição ou de desconexão logo a seguir à torneira de enchimento designada na imagem por entrada de agua fria.

Nunca permitir a água sanitária de transitar pelo interior das serpentinas de lareira ou recuperadores, pois este não estão preparados para permitir o contacto com água para consumo.

Dispositivos contra alta pressão (anti-bomba)

valvula_3barsUtilizo o termo anti-bomba porque sem estão proteções o seu sistema seria uma autentica bomba que risca de explodir a todo momento em sua casa.

Normalmente os sistemas de recuperação de calor nunca devem utilizar uma pressão muito elevada, menos de 1 bar chega para fazer funcionar qualquer sistema, sabendo que a pressão aumenta com a temperatura.

Utilize ao mínimo uma válvula de segurança tarada ao máximo de três bares, mas tem a possibilidade de instalar várias válvulas de esta maneira mesmo que uma válvula não se abra a tempo a segunda se abrirá para permitir a descompressão do sistema.

Vaso de expansão

vaso de expansãoAtenção a instalar um vaso de expansão de grande capacidade pois a água na lareira pode atingir altas temperaturas e quanto mais elevada for a temperatura mais a água se dilata e mais o sistema ganha pressão por isso prefira um vaso de expansão de preferência mais grande que mais pequeno, por grande nunca perde, se for pequeno pode provocar a abertura da válvula de segurança o que provoca a baixa de pressão logo que a lareira se apague.

Temperaturas de serviço

As lareiras assim como todos os sistemas de produção de calor sem automatismo, não tem a possibilidade de produzir o calor mediante a utilização, dessa maneira as lareiras podem atingir altas temperaturas, neste caso e em outros casos semelhantes a instalação de uma torneira de mistura automática é obrigatória, imagine os seus radiadores de aquecimento central a uma temperatura de 80C° ou 90C°.

Se a sua torneira de mistura for termostática, ela regula automaticamente a temperatura sem a ultrapassar, nesse caso você deve aumentar ou diminuir a temperatura de ida em consequência com a temperatura exterior.

Se essa torneira for automática e motorizada, ela adapta a temperatura ela mesmo em consequência com a consumição ou com a temperatura exterior, conforme o sistema instalado.

Funcionamento e otimização

Produção: Para otimizar este sistema ao máximo e para beneficiar de um sistema operativo, o aquastato conectado à serpentina ou recuperador, deve permitir a temperatura de regulação da bomba, por exemplo a bomba funciona:

  • A partir de uma temperatura determinada.
  • Entre duas temperaturas por exemplo entre 35C° et 90C°.

Balão tampão

O balão tampão, consiste a ter uma temperatura mais uniforme, sem grandes diferenças, se o seu fogo for muito forte a temperatura será muito elevada, se o seu fogo for mais fraco, a temperatura será muito baixa, o balão tampão compensa estas diferenças por isso é aconselhado utilizar este tipo de compensação, mesmo que o tamanho seja pequeno.

Ida par os radiadores ou chão radiante: Sabendo que é obrigatório instalar um dispositivo que regula a temperatura da agua de ida para os radiadores ou chão radiante, de maneira a que os dispositivos de difusão não atinjam altas temperaturas.

A circulação entre a produção e a difusão é habitualmente gerida por um termostato de ambiente que deve ser instalado na peça principal da casa.

Ida para o termoacumulador: È possível dar a preferência de aquecimento à agua quente, mas este caso não será tratado nesta página, pelo menos por momento.

O aquastato presente no balão tampão permite ativar a bomba de circulação para aquecer a agua quente, este aquastato deve poder regular a temperatura de funcionamento, um termostato pode ser integrado ao termoacumulador para parar a bomba uma vez que a agua esteja quente.

Aconselho fortemente a utilização de uma torneira termostatica a saída do termoacumulador pois a agua quente pode as vezes atingir uma temperatura que pode queimar quando sendo utilizada, com esta torneira termostatica você poupa agua quente, deixando sair do termoacumulador somente a quantidade necessária.

Estes dispositivos de regulação, são na sua totalidade mecânicos, não tem nenhuma peça eletrónica, pelo futuro mais possibilidades serão adicionadas aqui, com regulação eletrónica, ou para lareiras super-produtivas outras soluções de idas diretas, com a possibilidade de acumulação.

22 Comments

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado.